A pandemia e a democratização da conexão virtual

0
Foto: Alexandre Ameri

Para começarmos nossa conversa vamos conhecer alguns dados, segundo o Centro de Tecnologia de Informação Aplicada (FGVcia) em 2020 existiam 424 milhões de dispositivos digitais no Brasil, sendo 55% deste montante smartphones o que evidencia a existência de mais que 1 celular por pessoa em nosso país.

É fato que talvez esta distribuição não seja ainda igualitária e democrática e não são todos os brasileiros que tenham um destes dispositivos em suas mãos, mas é fato que independente do local ou classe social está se tornando raro você encontrar uma pessoa que nunca ateve acesso a este dispositivo, a não ser é claro em locais mais isolados e infelizmente aquela parcela da população que vive com mais restrições.

Em 2020 esta necessidade se tornou mais evidente e pode -se dizer essencial para a nossa sobrevivência com a intensificação das compras on-line e serviços de delivery devido as restrições de mobilidade impostas pelo momento, migramos para uma realidade que era proposta no passado em desenhos animados e ou em filmes com visões futuristas, como por exemplo o uso da tela medicina ou mesmo montar a sua refeição de acordo com suas preferências na tela do seu celular e recebe-la em casa.

Quem de nós poderia imaginar que isso seria uma realidade em um intervalo de tempo tão curto, realidade está chegando até outros seguimentos como o lazer, cultura e religião, shows via lives, celebrações e cultos religiosos também utilizando de conexões remotas, sem deixarmos de citar o trabalho e as aulas remotas.

Com certeza esta nova realidade não agrada a todos, porém temos que reconhecer que aconteceu uma evolução significativa na inclusão digital, provavelmente se a 2 anos atrás existisse uma proposta de inclusão digital para toda a população com um objetivo de alcançar diferentes classes sociais e faixas etárias entre outros perfis que não possuíam o acesso a este mundo virtual certamente não teríamos atingindo a todo este publico que hoje faz uso destes recursos, é fato que temos que concordar que a nossa motivação para esta evolução não é nem um pouco agradável, mas precisamos nos dedicar para buscar aprendizado e adquirir conhecimento em todos os momentos principalmente durante as crises, desta forma evoluímos como pessoas, profissionais e sociedade. E você também consegue identificar esta inclusão digital no meio que você está inserido compartilhe a sua opinião.

Por Alexandre Ameri

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here