Mulher tem pescoço cortado por linha com cerol em Bragança Paulista

Mulher estava de moto quando ficou presa na linha cortante da pipa. Ela teve ferimentos e precisou levar sete pontos.

0

A dona de casa Maria Godoy, de 49 anos, teve o pescoço cortado por uma linha com cerol no fim da tarde de terça-feira (21) na Rodovia João Hermenegildo de Oliveira, em Bragança Paulista. Ela passava de moto pela rodovia, quando ficou presa na linha. Maria levou sete pontos no ferimento.

“Eu estava voltando para casa com meu filho, quando senti a linha no meu pescoço. Imediatamente senti o corte, o que quase me levou ao chão, enquanto o sangue escorria, meu filho gritava por socorro”, contou Maria.

Para ela, o caminhão que parou para pegar uma suposta pipa que havia caído nas imediações, deu chance maior para que a linha com cerol se mantivesse esticada.

Após sofrer os cortes, Maria recebeu ajuda de um motoqueiro que emprestou uma blusa para estancar o sangue. Ela também recebeu ajuda de um casal, que a socorreu para um hospital.

A dona de casa, que tem também um filho de 15 anos, disse ainda que nunca tinha passado por situação parecida antes, mas aproveita o que aconteceu com ela para alertar aos pais das crianças e as autoridades para ficarem mais vigilantes à proibição do uso de linhas cortantes.

“Eu acho que os pais desses meninos que estavam soltando essa pipa não têm conhecimento. Para você que é responsável por uma criança: o divertimento dela deve custar a vida de alguém? Eu quase perdi a vida na frente do meu filho e por inconsequência de crianças e até adultos que se sentem no direito de matar, sim, matar, mesmo que sem intenção, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here