Homem é preso por agredir mulher grávida com golpes de marreta

0

Guardas Civis Municipais integrantes do Projeto Guardiã foram acionadas na tarde de quarta-feira, dia 03, por familiares de uma vítima, informando que há três meses não conseguiam contato com ela e que uma irmã teria conseguido um único contato por aplicativo, tendo a vítima relatado apenas que coisas ruins estariam acontecendo com ela.

As guardas se dirigiram ao posto de saúde onde a vítima fazia acompanhamento, visto estar grávida de 38 semanas e constataram que a última vez que ela passou por consulta teria sido em abril.

Diante do constatado, as guardas se dirigiram até a casa da vítima, no Jardim Iguatemy e logo que chegaram ouviram gritos de um homem dentro da casa, proferindo ameaças. Elas entraram e viram que a vítima apresentava hematomas no rosto, braços e pernas, tendo ela relatado que tinha muito medo do companheiro e mostrou uma marreta, que ele usava para agredi-la, esclarecendo ainda que ele não a deixava ir às consultas médicas.

A vítima ainda relatou que era agredida diariamente com madeira e marretadas na cabeça e pernas e disse que pedia a Deus que guardas fossem de alguma maneira retirá-la daquele lugar.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas
Marreta e madeira usada para agressão.

O homem de 36 anos se alterou e começou a gritar com as guardas, mas foi contido e conduzido ao Plantão Central da Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por lesão corporal dolosa e ameaça – violência doméstica – e apresentado em audiência de custódia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here