Energisa inicia substituição de medidores antigos em Bragança Paulista

Sem custo algum para os clientes, serviço está sendo realizado por uma empresa terceirizada, contratada pela Energisa, em diferentes bairros da cidade

0
Publicidade

A Energisa iniciou, nesta semana, uma força-tarefa para substituir cerca de 5 mil medidores antigos em unidades consumidoras de Bragança Paulista. Os novos equipamentos estão sendo instalados sem nenhum custo aos clientes e, conforme explica a concessionária, o objetivo é garantir a segurança e melhor atendimento aos consumidores, já que os medidores eletromecânicos/obsoletos podem contribuir para o desperdício de energia.

De acordo com o Renan Felix Fernandes Souza, coordenador de Medição e Combate às Perdas de Energia da Energisa Sul-Sudeste, a expectativa é que o trabalho de substituição preventiva dos 5 mil medidores seja concluído nos próximos quatro meses. “É importante esclarecer que para que o trabalho seja feito de forma mais rápida, foi contratada uma empresa terceirizada, a Infotec. Os profissionais dessa empresa são qualificados, têm experiência nesse tipo de serviço e também estão devidamente uniformizados e com crachá de identificação. Eles estão autorizados a efetuar apenas a substituição do medidor, ou seja, não farão nenhum outro serviço elétrico dentro ou fora da casa do cliente”, explica.

Por esse motivo, nos imóveis onde o medidor não está em área de fácil acesso, o morador precisa viabilizar a entrada dos profissionais para que façam o trabalho. O coordenador complementa que, em caso de dúvidas quanto à identificação dos eletricistas, o cliente deve entrar em contato com a Energisa pelos canais de atendimento.

“Estamos realizando esse trabalho sem custo algum para o cliente. Essa ação faz parte dos investimentos da Energisa na modernização do parque de medição e da rede elétrica, a fim de garantir a confiabilidade do sistema com equipamentos novos, com medidor digital e devidamente homologado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro)”, acrescenta Renan.

Por fim, Renan esclarece que os critérios para a substituição dos medidores estão exclusivamente relacionados ao tempo de uso do equipamento. Dessa forma, mesmo que o cliente não tenha solicitado, será necessário a substituição porque, além de potencializarem o desperdício de energia, os modelos obsoletos já não acompanham as novas tecnologias. “Por isso é que a ação contemplará moradores de diferentes bairros da cidade, independentemente do consumo médio de energia ou renda familiar”, garante Renan.

Em caso de dúvidas, fale com a Energisa pelos canais de atendimentos:

  • Site: www.anodeconta.com.br
  • Energisa On - aplicativo para celular
  • Call Center – 0800 70 10 326

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here