Dos livros ao mercado de trabalho, os desafios do primeiro estágio

Quem ao ingressar em uma universidade já não planeja grandes voos para alcançar seus objetivos profissionais?

0
Foto: Alexandre Ameri

O ingresso no ensino superior é o passaporte de acesso para uma longa jornada cheia de desafios, conquistas, frustrações e realizações, e são estes diferentes possíveis resultados que tiram o sossego e muitas vezes frustram inúmeros estudantes.

Como estamos falando de um processo de formação é fundamental entender que o desenvolvimento profissional vai acontecer de forma incremental e preferencialmente em uma velocidade que vai ter uma curva de aceleração bem tênue,  para que gradativamente no decorrer do tempo com o acúmulo de conhecimento adquirido no ambiente acadêmico, seja possível atingir uma velocidade segura de cruzeiro e assim ser possível traçar as diferentes rotas de voo para se chegar aos diferentes pontos que sua carreira pode te levar.

Muitas vezes no primeiro momento motivados pelo entusiasmo típico do ambiente universitário não é incomum se perder a noção do tempo buscando-se conquistas efetivas em curto espaço de tempo, e talvez esta seja a primeira frustação. Normalmente acontece quando os estudantes ingressantes começam a buscar oportunidades de participar de processos seletivos para vagas de estágio e são impedidos de participarem em função dos pré-requisitos da vaga que normalmente busca alunos de níveis mais avançados do curso.

Após um certo tempo ao estar apto a participar dos processos, lá vai ele mais uma vez eufórico na busca de sua desejada posição no mercado de trabalho; desta vez lhe é dado o direito de participar do processo de seleção, porém na sua primeira interação com o entrevistador é atropelado por uma sequência de questionamentos sobre quais as experiências de trabalho que possui, softwares, ferramentas e idiomas que ele tem domínio, entre outros diversos pontos. Mais uma vez o sentimento de frustração vem à tona e alguns questionamentos surgem: Como posso ter experiência se nunca trabalhei? Será que terei acesso a todo conteúdo que me foi solicitado até o final do curso?

E a caminhada continua, a maturidade aumentando, a dedicação aos estudos e o curso evoluindo, oferecendo ao estudante um conteúdo cada vez maior, e logo mais um processo seletivo vai iniciar-se e o estudante melhor preparado e confiante, acredita que será o escolhido para vaga. Nesse momento ele de fato foi um dos selecionados, mas na hora que o recrutador começa a compartilhar os benefícios da vaga o nosso estudante descobre que o que lhe é oferecido talvez não seja o suficiente para cobrir suas despesas com a universidade, e mais uma vez ele se depara com uma nova frustração e surgem novos questionamentos: Será que vale a pena? Devo mudar de curso? Talvez desistir?

Mas o nosso estudante não desiste, aceita o desafio e ingressa no seu primeiro estágio. Ironicamente em uma indústria de aviões, para quem sempre sonhou com grandes voos com certeza uma excelente oportunidade. É fato que ele pensou que iniciaria auxiliando na montagem dos aviões e que em um futuro breve participaria do desenvolvimento dos novos projetos, porém é  delegado a ele a  responsabilidade de fazer o controle de documentos, a elaboração de formulários e planilhas; e  nesse momento se inicia a verdadeira seleção natural do mercado de trabalho.

Existem duas possíveis alternativas; A primeira o estagiário entender que se os documentos  não estiverem bem organizados e as planilhas bem elaboradas, não será possível montar um avião com a qualidade esperada  ou ele se frustrar novamente, para a primeira alternativa pode-se afirmar que neste momento ele atingiu a desejada velocidade de cruzeiro e iniciou a sua jornada rumo aos seus sonhados objetivos profissionais já para a segunda a sua rota de voo continuará indefinida.

Com certeza muitos profissionais irão se identificar com a narrativa deste texto é fato que em diferentes tipos de indústria, sejam eles, estagiários, analistas, engenheiros, gerentes e diretores, sim todos estes, porque esta foi a realidade da trajetória de todos aqueles que hoje ocupam uma posição de destaque no mercado de trabalho e se você também se identificou com a saga do estudante deste texto sinal que está no caminho certo.

Alexandre Ameri

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here