Dois bandidos são mortos em confronto com Polícia Militar após roubo na Fernão Dias

Os dois autores que cometeram o roubo e o cárcere privado foram alvejados e a vítima libertada minutos após o ocorrido

0

Na madrugada desta última quarta-feira (16), o Centro de Operações da Polícia Militar de Minas Gerais recebeu informações de que dois indivíduos teriam roubado um caminhão de gás que estava parado no pátio do Restaurante Rei da Bisteca, localizado em Extrema e que estariam ainda mantendo o motorista como refém dentro da cabine.

De pronto as guarnição da PM foram acionadas e uma delas, que estava próximo ao local avistou quando a carreta seguia em alta velocidade pela rodovia Fernão Dias e passaram a acompanhá-la. Enquanto havia o acompanhamento, outras equipes acionaram o plano de cerco/bloqueio na praça de Pedágio do município de Vargem, com apoio das viaturas da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Por diversos momentos durante a fuga, o autor que conduzia o caminhão roubado jogou a carreta contra a viatura policial e demais veículos que transitavam pela rodovia, não se importando em preservar a vida destas pessoas que ali estavam, contudo após 20km percorridos, os infratores depararam com a praça de pedágio fechada, mas mesmo assim tentaram uma nova fuga com uma manobra perigosa, colocando em risco demais veículos e pessoas, porém sem êxito.

Os militares por diversas vezes deram ordens para que os autores se entregassem e saíssem do veículo e em dado momento ambos saltaram pela janela do caminhão e correram em direção aos policiais, sendo ainda que um deles apresentou um objeto de cor preta em uma das mãos. O ato ameaçava a integridade física dos militares e dos demais ali presentes e não restou outra alternativa a não ser o emprego de força proporcional potencialmente letal.

Os autores alvejados foram socorridos até o Hospital de Pronto Socorro mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito. Já o motorista, que encontrava-se dentro da cabine da carreta bastante assustado e com alguns ferimentos causados pelos autores, foi liberado e passa bem.

A vítima disse que foi rendida pelos infratores nos quais estavam em posse de uma arma de fogo e que durante a fuga foi ameaçado de morte por diversas vezes e quando pararam no cerco foram para cima dos militares: “Os policiais fizeram o seu dever com honra, me salvando dessa dupla e fazendo o seu dever que a farda exige que o faça. Estou muito agradecido a Polícia Militar do Estado de Minas Gerais”.

Por fim, foram realizadas buscas no veículo a fim de localizar a arma que a vítima afirmou ter visto durante as ameaças de morte, contudo não foi localizada e posteriormente o caminhão foi devolvido ao dono.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here