Administração municipal investirá quase 30 milhões reais em obras de combate às enchentes

0

Na última sexta-feira (07/06), o Prefeito Jesus Chedid, acompanhado do Vice Amauri Sodré, assinou o contrato com a Caixa Econômica Federal garantindo o investimento de R$28 milhões referente à operação de crédito pleiteada junto ao Ministério das Cidades, no Programa Selesan – Saneamento para Todos, para as obras de macrodrenagem do projeto de combate às enchentes da Administração Municipal.

Assinatura do contrato com a Caixa Econômica Federal

O Prefeito assinou o contrato e falou da felicidade em alcançar esse objetivo da sua Administração visando terminar com o drama enfrentado pela população com a ocorrência das enchentes. “Conhecemos a dor das enchentes nas famílias bragantinas, isso nos motivou a persistir nesse objetivo, nesse compromisso com a cidade.”

Serão investidos R$29.664.055,00, sendo R$28.180.852,25 oriundos da Caixa Econômica Federal e R$1.483.202,75 de contrapartida da Prefeitura. A operação de crédito terá carência de 37 meses, terminando a carência em 20 de junho de 2022, o desembolso em 30 meses e a amortização 240 meses a partir de 20 de junho de 2022. A operação ocorre com 6% de juros ao ano, a uma taxa de administração de 2% ao ano e a taxa de risco de crédito de 0,70% ao ano.

Cabe ressaltar o fato de Bragança Paulista ser uma das 4 cidades paulistas a serem contempladas no programa de financiamento da Caixa e do Ministério das Cidades entre as 17 cidades do Brasil. Foram diversas visitas realizadas no Ministério das Cidades e setores estratégicos em Brasília (DF), a fim de avançar nas tratativas e conseguir viabilizar a execução das obras. As audiências e reuniões com o objetivo de buscar investimentos para a infraestrutura da cidade, saneamento e drenagem de águas pluviais foram agendadas pelo Deputado Estadual Edmir Chedid.

O Secretário licenciado Antonio Paulo Armando, o Engenheiro André Monteiro que responde pela Secretaria de Obras e o Engenheiro Luiz Roberto Lisa Sanchez Chefe da Divisão de Obras Públicas falaram do projeto adaptado para as obras de combate às enchentes, sendo que darão mais detalhes com a execução dos projetos executivos de todos os serviços contemplados.

Rafael Domingues Conessa, Superintendente Regional da CEF, afirmou que a solenidade marca o reflexo do trabalho da instituição financeira em promover melhorias para o cidadão brasileiro e do papel da Prefeitura de Bragança Paulista como parceira estratégica em prol do município.

O Vereador Paulo Mário também relembrou todo o trabalho empregado nessa empreitada, o histórico das idas a Brasília, das agendas na Caixa Econômica, parabenizando a todos os envolvidos pelo sucesso com o pagamento das dívidas herdadas, nas avaliações do rating e do trabalho dos vereadores na Câmara Municipal para a aprovação dos projetos de lei viabilizando essa operação.

Convidado do Prefeito Jesus, o Deputado Edmir Chedid foi enaltecido na solenidade pelos trabalhos junto ao Ministério das Cidades e demais órgãos. “Trata-se do início de um sonho que se concretiza com o trabalho de todos que se dedicaram por isso”, complementou o Edmir.

A Prefeitura de Bragança Paulista também já lançou o processo licitatório com o objetivo de contratar empresa de engenharia para o projeto executivo das obras que serão realizadas. O Pregão Presencial nº 138/2019 será aberto na próxima sexta-feira (14/06), às 9h30, na sala de Licitações – Divisão de Licitações, Compras e Almoxarifado, situada no Paço Municipal.

Sobre o projeto e demais ações do Executivo

As obras contemplam a construção de bacias de amortecimento, construção de um canal seco, o rebaixo de tubulações, limpeza de córregos e contenção das margens dos córregos. São obras que atravessariam a cidade, com cerca de 13 quilômetros de intervenção e canalização. Essa grande empreitada beneficiaria, diretamente, cerca de 26 mil pessoas que sofrem, diretamente, com as enchentes, além de toda a cidade.

Além da execução desse grande projeto, a Administração trabalha com outras frentes, sendo as obras de contenção do assoreamento na região do Lago do Taboão e a desobstrução dos ribeirões e limpeza dos bueiros. Na implantação de sistema de proteção contra o assoreamento do Lago do Taboão serão construídas Bacia de Sedimentos S2, Caixa de Contenção S3 e Vertedouro, além de intervenções na comporta do Lago.

Integrando essas linhas de atuação da Administração, o Prefeito Jesus Chedid conseguiu a desapropriação de uma área cerca de 6 mil m² situada no cruzamento da Rua Francisco Luigi Picarelli com a Avenida Salvador Markowicz, onde já existia um lago e se tornou o Reservatório de Detenção de Cheias.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here