Troféu Brasil Caixa de Atletismo terminou com destaques em diversas modalidades

Com competições de alto nível e a instalação do Centro de Treinamento Nacional do Atletismo na cidade, Bragança Paulista vem se fortalecendo como referência na modalidade.

0

A Administração Municipal enaltece a parceria entre a Prefeitura de Bragança Paulista e a Confederação Brasileira de Atletismo – CBAt, que possibilitou a implantação do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo na cidade e o desenvolvimento do esporte de alto nível. Desde então, o município vem recebendo grandes competições, como o XXXVII Troféu Brasil Caixa de Atletismo, que aconteceu entre os dias 14 a 16 de setembro.

A competição foi realizada pela CBAt, coorganizada pela Federação Paulista de Atletismo – FPA, com apoio da Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esportes e Lazer.

A equipe ABRA/SEMJEL, de Bragança Paulista, conquistou bons resultados. Na sexta-feira (14/09), a atleta Lais Serinolli Rodrigues ficou em terceiro lugar na prova dos 100 metros com barreiras. No domingo (16/09), o atleta Guilherme Henrique Cobbo faturou medalha de ouro no salto em altura masculino, deixando para trás atletas do Pinheiros e da Orcampi que lideraram a competição na pontuação geral.

Como estímulo e contato com atletas de alto nível, os jovens dos projetos sociais das escolinhas de atletismo de Bragança Paulista, que participam de treinamentos no Estádio Cicero de Souza Marques com os professores Maurício Dubard e Marcia Dubard, foram cestinhas da competição dando apoio aos atletas e participaram na premiação das provas.

O EC Pinheiros, da capital paulista, conquistou o tricampeonato do Troféu Brasil Caixa de Atletismo 2018. O clube, que foi campeão também o primeiro no masculino, somou 685 pontos na classificação geral. A Orcampi Unimed, de Campinas, terminou na segunda colocação, com 653 pontos.

Na classificação masculina: 1-Pinheiros – 379 pontos, 2-Orcampi Unimed – 271 e IEMA – 68,5. No feminino, 1-Orcampi – 382 pontos, 2-Pinheiros – 306 e UCA – 36.

O campeão olímpico Thiago Braz da Silva foi destaque novamente ao ganhar a medalha de ouro no salto com vara. O atleta do Pinheiros obteve a marca de 5,55 m. Outro destaque foi Altobeli Santos da Silva (Pinheiros), que ganhou a sua terceira na medalha de ouro na competição 1.500 m, 3.000 m com obstáculos e 5.000 m. Nos 400 m com barreiras, Marcio Teles (Orcampi Unimed) foi o campeão, com novo recorde do torneio. Darlan Romani venceu o arremesso do peso, com 22,00 m, novo recorde brasileiro e sul-americano. E Andressa Oliveira de Moraes, vice-campeã da final da Liga Diamante, venceu o lançamento do disco, com 64,75 m, quebrando o recorde do torneio, que era dela mesma, com 64,15 m, desde 2015.

Informações: www.cbat.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here