Mais de 1 milhão de reais serão investidos no sistema de proteção contra o assoreamento do Lago do Taboão

Três empresas participam do certame para uma obra importante para o sistema de drenagem do Taboão.

0

Na manhã desta sexta-feira (12/04), a Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Administração e Divisão de Licitação, Compras e Almoxarifado, abriu a sessão da tomada de preço destinada à contratação de empresa especializada para a execução das obras, implantação do sistema de proteção contra o assoreamento do Lago do Taboão, neste município.

Da licitação para a contratação de empresa especializada para a execução das obras de implantação do sistema de proteção contra o assoreamento do Lago do Taboão, aberta na manhã de sexta-feira, saíram as propostas classificadas, sendo:

  • 1. Jofegê Pavimentação e Construção – R$1.096.423,41
  • 2. TERA Incorporadora e Construtora – R$1.189.760,76
  • 3. CAT Engenharia e Construção – R$1.289.324,66

Para conter o assoreamento na região do Lago, a Administração pretende construir Bacias de Retenção e Sedimentação dos Sólidos adequadas para que possam ser periodicamente limpas sem que permitam a passagem dos sólidos para o Lago do Taboão. Essas bacias de sedimentação e retenção de sólidos foram projetadas em locais adequados, sem interferências nas construções existentes, áreas verdes instituídas de loteamentos, e, evitando-se supressão de vegetação desnecessariamente.

O projeto apresentado pela Kingline – Consultoria em Soluções de Engenharia, traz as bacias de retenção que serão implantadas e diretrizes para a manutenção e limpeza visando ao bom funcionamento do sistema de retenção de sólidos para proteção do Lago do Taboão. Serão:

– Bacia de Retenção S2 (gabiões) – na entrada do Lago do Taboão antes da travessia sob a Avenida Alpheu Grimello;

– Caixa de Retenção S3 (concreto armado) – antes da confluência entre o Afluente 1 e o Lago do Taboão na rotatória da Avenida Dom Pedro I;

– Bacia de Retenção S5 (gabiões) – imediatamente antes da confluência entre o Afluente 2 e o Córrego do Taboão, nas margens da Avenida Dom Pedro I;

– Caixa de Retenção S6 (concreto armado – existente) – imediatamente antes da confluência entre o Afluente 3 e o Lago do Taboão, nas margens da Avenida Dom Pedro I, onde já existe uma Caixa de Retenção de Sólidos.

Assim que o processo for finalizado, o Prefeito dará a ordem de serviço para início das obras. A empresa Kingline – Consultoria em Soluções de Engenharia recebeu ordem de serviço para realizar o gerenciamento a execução das medidas de prevenção e combate ao assoreamento do Lago, consequentemente das enchentes na região.

Na região do taboão, as obras do reservatório de detenção de cheias que está sendo implantado no Jardim Santa Helena, executada pela Secretaria de Serviços com o acompanhamento da Secretaria de Obras, já estão trazendo benefícios e produzindo resultados satisfatórios.

A Secretaria de Serviços diariamente executa diversos serviços por toda a cidade visando a limpeza dos bueiros, bocas de lobo, desobstrução dos ribeirões, manutenção de tubulações e dos sistemas de drenagem das águas pluviais.

Além dessas iniciativas, a Prefeitura também conseguiu a aprovação do Legislativo para a contratação da operação de crédito junto à Caixa Econômica Federal no valor de aproximadamente R$30 milhões para a execução do projeto de macrodrenagem que deve solucionar de vez os problemas das enchentes no município, pelas próximas décadas.
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here