Projeto da Prefeitura de combate às enchentes tem proposta validada pela Caixa Econômica

Projeto de lei autorizativa que será enviada para aprovação do Legislativo é próximo passo.

0

A Administração Municipal segue com trabalho intenso nas tratativas junto às esferas estadual e federal para garantir recursos que viabilizem obras de grande porte para melhorias e a reconstrução de Bragança Paulista. Desde o início da gestão, um dos grandes projetos formulados foi o da macrodrenagem, a fim de solucionar os problemas relacionados às enchentes no município.

Foram diversas visitas realizadas no Ministério das Cidades e setores estratégicos em Brasília (DF), a fim de avançar nas tratativas e conseguir viabilizar o financiamento de 30 milhões para a execução das obras. As audiências e reuniões com o objetivo de buscar investimentos para a infraestrutura da cidade, saneamento e drenagem de águas pluviais foram agendadas pelo Deputado Estadual Edmir Chedid e o então Deputado Federal Rodrigo Garcia.

Em dezembro de 2018, o projeto foi aprovado pelo Ministério das Cidades e a proposta enquadrada e apta para análise de viabilidade pelo Agente financeiro. Na manhã desta sexta-feira (15/03), o Prefeito Jesus Chedid recebeu o resultado da manifestação de interesse do agente financeiro, Caixa Econômica Federal, com a notícia que a proposta foi validada.

A próxima fase será a hierarquização das propostas pelo Ministério de Desenvolvimento Regional. Enquanto isso, a Prefeitura, por meio das Secretarias de Assuntos Jurídicos e de Finanças, deve editar uma lei para que o financiamento seja aprovado pela Câmara Municipal.

As obras contemplam a construção de bacias de amortecimento, construção de um canal seco, o rebaixo de tubulações, limpeza de córregos e contenção das margens dos córregos. São obras que atravessariam a cidade, com cerca de 13 quilômetros de intervenção e canalização. Essa grande empreitada beneficiaria, diretamente, cerca de 26 mil pessoas que sofrem, diretamente, com as enchentes, além de toda a cidade.

Fotos: área delimitada entre os bairros Jd. Primavera e Euroville que receberá um dos piscinões de macrodrenagem

Além da execução desse grande projeto, a Administração trabalha com outras frentes, sendo as obras de contenção do assoreamento na região do Lago do Taboão e a desobstrução dos ribeirões e limpeza dos bueiros. Na implantação de sistema de proteção contra o assoreamento do Lago do Taboão serão construídas Bacia de Sedimentos S2, Caixa de Contenção S3 e Vertedouro, além de intervenções na comporta do Lago.

Integrando essas linhas de atuação da Administração, o Prefeito Jesus Chedid conseguiu a desapropriação de uma área cerca de 6 mil m² situada no cruzamento da Rua Francisco Luigi Picarelli com a Avenida Salvador Markowicz, onde já existia um lago e se tornou o Reservatório de Detenção de Cheias.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here